Quantas parcelas do seguro desemprego tenho direito

Seguro desemprego quantas parcelas tenho direito

Você já se perguntou quantas parcelas do seguro desemprego tem direto? Se a resposta for sim, continue lendo este artigo. Nele o site Mais Educação vai apresentar não só a resposta dessa pergunta, mas também de várias outras.

Existe um grande percentual de brasileiros que encontram-se desempregados. No entanto, eles tem direito ao dinheiro do seguro desemprego.

O dinheiro na qual nos referimos, sempre contará com uma variação, e essa diferença de valor depende do seu salário mensal anterior, e outras questões.

Se ficou interessado em saber mais detalhes sobre o seguro desemprego, dê uma olhadinha no que falaremos aqui: O que é o seguro desemprego? Quantas parcelas tenho direito?

 

O que é o Seguro desemprego?

Seguindo o que foi dito anteriormente, agora apresentaremos à vocês o que é o Seguro desemprego.

Previsto a Constituição Federal, o Seguro desemprego é o nome dado ao dinheiro. Na qual todo o brasileiro que encontra-se desempregado, tem direito.

Essa ajuda financeira é entregue ao trabalhador (que deve ter sido dispensado de seus serviços na empresa, ou por qualquer outro local que trabalhava, sem justa causa). Em um determinado período e tudo isso, por parcelas mensais.

Além disso, é preciso que o trabalhador cumpra alguns requisitos, dentre eles. Precisamente ele deve possuir a carteira assinada, sem contar o tempo de trabalho mínimo, para que possa ter direito.

Outras pessoas que também tem direito à essa ajuda financeira, são as aqueles, cujo trabalho era semelhante à escravidão.

 

Quantas parcelas do Seguro desemprego tenho direito?

Já que à pouco foi dito que o Seguro desemprego é destinado ao trabalhador por meio de parcelas, agora resta sabermos quantas parcelas temos direito.

No entanto, existe uma pequena variação de parcelas, que vai entre 3 e 5.

A quantidade na qual você tem direito dependerá de quantas vezes foi realizado o pedido, além do tempo em que trabalhou no seu último emprego.

 

Quais são os valores das parcelas?

Neste caso também haverá uma variação. Porém, essa dependerá do quanto era o seu salário anterior.

Mas para que o valor exato seja definido, é preciso que some o seu pagamento dos seus últimos 3 meses trabalhado, feita a conta, divida o valor pelo total de meses.

Se o valor for:

Até R$ 1.599,61, multiplica-o por 0,8.

De R$ 1.599,62 a R$ 2.666,29, multiplique-os por 0,5 e então some R$ 1.279,69. Acima de R$ 2.666,29, o valor de cada parcela será de R$ 1.813,03.

Ao início do artigo, foi dito que trabalhadores que continham um serviço análogo à escravidão, que foram então resgatados também tinha direito à esse auxilio, mas junto dele, neste grupo também temos os pescadores e empregados domésticos.

O valor referente à parcela, para cada um deles, é equivalente à um salário mínimo,
que atualmente vale R$ 1.045.

 

Como solicitar o Seguro desemprego?

Para que você possa solicitar o Seguro desemprego,é possível que vá até uma agência da Superintendências Regionais do Trabalho. Porém é preciso que realize uma chamada para o telefone 158, para fazer um agendamento.

Mas caso prefira o modo mais tecnológico, há duas opções disponíveis, que é através do aplicativo ou pelo site.

APLICATIVO: o app está disponível para celulares IOS e Android. Quando já feito o dowload, cadastre-se.

Para que o pedido seja feito, informe o seu CPF, clique em "Entrar".

Entre em benefícios, para que seja feita a solicitação do seguro desemprego.

Informe-os o número de seu requerimento, e então clique em "Localizar".

Depois deste pequeno processo, é preciso que siga as instruções que lhe serão
passadas.

SITE: mesmo quado pedir pelo Seguro desemprego pelo site, deverá ser feito o seu
cadastramento.

Feito isso, clique em "Seguro desemprego", para que então o solicite.

Informe o número de seu requerimento.

E por fim, novamente siga as instruções que serão passadas.

Veja também: Como sacar o seguro desemprego

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.