Professor Universitário EaD: Como se tornar um?

O que e um professor universitario EaD

O Professor Universitário EAD vem ganhando cada vez mais destaque no contexto educacional. Isso porque, as mudanças dos últimos anos aceleraram o processo de digitalização em vários setores. E com a educação, não foi diferente.

Para se ter ideia, em 10 anos, de 2009 a 2019, o crescimento do ensino EaD foi de 378,9%, conforme os dados do Censo de Educação Superior, do Inep. O resultado foi que o ensino à distância no Brasil superou o presencial.

Portanto, o método veio para ficar e a demanda pelo professor universitário EaD não pára de crescer. Quer saber como se tornar um? Acompanhe este artigo e fique por dentro dessa profissão que já é tendência.

O que é um professor universitário EaD?

Professor Universitario EaD
Fonte Reprodução: canvas.com

O professor universitário EaD tem a função de mediar e criar situações didáticas interessantes para o aluno de modo a  auxiliar sua aprendizagem em determinado tema, assunto ou matéria.

Basicamente, o professor universitário EaD mobiliza os alunos através de projetos e ferramentas de aprendizagem em ambientes virtuais. 

Deste modo, este profissional atua solucionando dúvidas, corrigindo trabalhos e realizando atividades didáticas.  Nesse sentido, o docente que atua no ensino à distância precisa assumir o papel de educar, não apenas de ajudante. 

Por isso, manter-se atualizado é essencial para se tornar um bom profissional. Ou seja, um bom professor universitário EaD é aquele que transmite conhecimento. Além de acompanhar o desenvolvimento de seus estudantes e assim, entregar uma experiência realmente satisfatória para seus alunos.

Portanto, conheça algumas das principais funções de um professor universitário EaD:

  • Coordenação de discussões;
  • Elaboração de atividades didáticas;
  • Avaliação da aprendizagem dos alunos;
  • Interação no ambiente virtual;
  • Entre outras.

Qual a diferença entre o professor universitário presencial e o professor universitário EaD?

Embora sejam funções bastante semelhantes, visto que ambos contribuem com o aprendizado de seus alunos, existem muitas diferenças. No entanto, o avanço tecnológico permitiu transformações da educação e o crescimento do ensino à distância foi uma delas, o que gerou demandas diferentes.

Desta forma, no EaD, por exemplo, existe a separação física entre o aluno e professor, assim a interação ocorre a partir das ferramentas digitais, como as videoaulas, bate papos online, emails e, com a possibilidade, de encontros presenciais ocasionais.

Afinal, na metodologia EaD, o aluno possui mais autonomia, então ele próprio conduz seu ritmo de aprendizagem, porém, não sem o auxílio de um professor. 

Além disso, o professor universitário presencial não possui um intermediário, enquanto o professor universitário EaD conta com a atuação de um tutor, ou seja, um auxiliar de turma. 

Vale lembrar que, o trabalho a distância proporciona menos cansaço, uma vez que evita deslocamentos. Contudo, a preocupação com a qualidade de seus vídeos e outras ferramentas tecnológicas são exigências para quem deseja atuar na modalidade.

Professor universitário EAD é a mesma coisa que tutor EAD?

Embora professores e tutores estejam à disposição do aluno em todo curso, eles não são a mesma coisa.

Enquanto o professor universitário EaD atua como mediador no processo de ensino-aprendizagem, agindo como responsável pela motivação dos alunos e também pela criação de oportunidades de aprendizagem.

O tutor atua auxiliando o professor. Desta forma, o tutor presta assistência aos alunos, sendo um suporte tanto para o professor como para o aluno, principalmente, durante a aplicação de exercícios e nos esclarecimentos de dúvidas, fora do período das aulas.

No entanto, quem possui domínio do conteúdo deve ser o professor, enquanto o tutor atua como um monitor de turma, colaborando com o suporte técnico, administrativo e o bem-estar geral do curso e de seus alunos.

Em síntese, um tutor não precisa necessariamente ter um diploma de graduação, enquanto o professor universitário EaD precisa ser graduado e, muitas vezes, pós-graduado.

Mas, como se tornar um?

Antes de tudo, para se tornar um professor universitário EaD precisa ter uma graduação do tipo licenciatura na área que deseja atuar. Além disso, existem algumas instituições educacionais que exigem pós-graduação e oferecem treinamentos específicos de tutoria.

Deste modo, muitas instituições de ensino ofertam cursos especializados na docência a distância, por exemplo:

Enfim, apresentar um curso de pós-graduação especialista nesta modalidade, certamente é um dos primeiros passos para adentrar nessa carreira.

Além disso, existem algumas características essenciais para quem deseja se tornar um professor universitário EaD. Confira algumas delas:

  • Gosto pela inovação: utilizar as mesmas estratégias do ensino tradicional não é o caminho no ensino EaD. Por isso, o professor EaD precisa ser dinâmico, criativo e gostar de inovação. Por exemplo, a gamificação aplicada na aprendizagem;
  • Coerência: a coerência precisa reger seu plano de ensino. Ou seja, cronogramas claros e objetivos, assim como uma boa segmentação de conteúdos. As videoaulas também precisam ser claras, sem devaneios;
  • Tecnologia: certamente, o professor EaD precisa saber lidar com a internet, com diferentes dispositivos e equipamentos eletrônicos assim como compreender plataformas e ferramentas digitais;
  • Adaptação: o professor que deseja atuar na EaD necessita ter facilidade de se adaptar às diferentes situações que podem surgir nesta nova modalidade de ensino. Ou seja, precisa ser flexível e adaptável. 

Carreira e Salário

Como mencionamos, o professor universitário EaD vem sendo muito requisitado. Afinal, quando pensamos sobre as profissões do futuro, certamente, as tecnologias ocupam as primeiras posições, sendo o professor a distância uma delas.

Assim, o mercado para o professor universitário EaD nunca esteve tão aquecido como agora.  Além disso, o salário deste profissional em início de carreira encontra-se em torno de R$2.200, podendo chegar a  R$5.936,00, conforme os dados apresentados pelo portal Vagas.

Por fim, caso essa área seja de seu  interesse, vale a pena iniciar seu curso para entrar neste mercado de trabalho que se encontra em constante crescimento.

Este artigo foi útil para você?

Então compartilhe com seus amigos, em suas redes sociais, e acesse nosso site MaisEducação, para ficar por dentro de tudo do universo educacional brasileiro. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.